sexta-feira, 1 de março de 2013

A CAMINHADA (texto em prosa - Jan)


·         Por vezes silenciosamente... por vezes entoando cânticos religiosos... por vezes recitando as orações previstas para o Terço, mas sempre  respeitosamente, fiéis seguem a procissão, onde alguns paroquianos privilegiados carregam, sobre um andor, a imagem do santo homenageado naquela caminhada.
    ·         Com fé, milhares de nordestinos vão, em romaria, a Juazeiro do Norte, respondendo a um chamado do milagreiro Padre Cícero, o “Padrinho” da maioria dos nordestinos.
    ·        Igual dose de fé leva milhares de brasileiros à cidade de Aparecida do Norte para pagar promessas ou simplesmente visitar e homenagear a Padroeira oficial do Brasil.
    ·         Sempre em frente, misticos de qualquer crença percorrem incansáveis e circunspectos o longo e agradável Caminho de Santiago, em direção à cidade de Compostela, que fica na divisa dos territórios de Portugal e Espanha.
  ·   Existem os monges que vivem enclausurados, meditando, orando, trabalhando... exercitando voluntariamente obediência e humildade em seus monastérios.
    ·      Há aquelas pessoas que se sentam em posição de Lótus e se põem a meditar ao som de uma música suave... ou de barulhinhos da Natureza (o cantar dos pássaros... o vento balançando as árvores... o rio correndo sobre pedras, etc)... ou o som da própria voz fazendo “hummmmmm”.

Qualquer “caminhada” é um exercício de paciência, disciplina e determinação.
Paciência, disciplina e determinação nos levam à interiorização.
Olhando para dentro de nós mesmos, podemos ver a maravilha que somos ao mesmo tempo em que tomamos consciência da nossa própria limitação.

Assim, e só assim, podemos olhar ao nosso redor e apreciar com alegria as demais maravilhas da criação.
Pode haver algo místico em tudo isso... ou não.
Mas é sempre bom e produtivo seguir um caminho qualquer, pois todos os caminhos podem levá-lo ao seu próprio interior... e acredite:
- Pode ser bonito lá!

3 comentários:

  1. Podemos realmente nos surpreender. Lindo,Jan!! Gosto de te ler! beijos,chica

    ResponderExcluir
  2. Nesse momento volto meus pensamentos ao criador de todas as coisas,inclusive eu, um humilde servo de DEUS.

    Obrigado pelo comentário.

    Abraço

    ResponderExcluir
  3. Olá!
    Jan
    lendo sua prosa até me ajudou a decidir qual o texto que irei te mandar.Tem muito a ver.Me aguarde que enviarei, com prazer.
    lá dentro vivem todas as possibilidades que nos transformariam em qualquer coisa.Se nosso interior for bom, nossos olhos também serão e, consequentemente, nossos caminhos também.
    Meu carinho
    Bom domingo
    Beijos

    ResponderExcluir


Gostou ?????