domingo, 22 de setembro de 2013

O AMOR ME AQUECE - autor (texto e formatação) Felisberto Junior


O amor me aquece!

(...) eu cheguei muito perto, perto demais de desistir de morar aqui. 
E comecei a questionar essa lógica enviesada de morar num lugar frio. 
No princípio o corpo se rebela, mas o conformismo que tanto semeamos vem bater na porta e torna-se nosso eterno companheiro. 
Então, resolvi ficar... 

(...)o tempo, passou, você apareceu, eu aqui já estou algum 
tempo e a intensidade do que eu sentia me fazia ter medo. 
Fazia-me tentar fugir, ir para um lugar onde eu pudesse ter o controle sobre mim novamente.É abandonar sem ficar remoendo. Deixar ir sem sentir dor.
Porém, não se pode fugir do inevitável. 

E fui percebendo que toda vez que  me tocava, o meu corpo aquecia. Aprendi rapidamente que o toque era uma preciosidade, e que  reconfortava e aliviava as minhas dores, o frio desaparecia e os meus medos não estavam mais aqui. O sentido de amar e ser amado.
É um diferencial  que não dá para ignorar por muito mais tempo e não havia nada que pudesse mudar isto. 
De impedir o óbvio. 
O amor me aquece!  
O que nos espera no final do caminho pode ser até melhor do que  a gente espera encontrar...
Imagem:Google

Um comentário:

  1. São tão intensas certas percepções que nos tomam em meio ás sensações das temperaturas climatizadas pelos sentimentos.

    O Felis sempre nos presenteando com belas passagens.
    Bjos aos dois.
    Calu

    ResponderExcluir


Gostou ?????