sexta-feira, 8 de agosto de 2014

PAI - texto garimpado na blogosfera - de Zilani



                            "PAI"

Quando pequena, me deste a mão, não tive medo,
Eras meu pai, me mostraste a vida e seus segredos,
E eu confiante, segui em frente, sempre te vendo,
Um passo atrás, me dando amparo, me protegendo...

Quando crescida, fui para a escola me ensinaste,
Que, estudar era preciso, fazia parte,
Escrevi teu nome em meu caderno, te orgulhaste,
Vi em teu rosto, todo o carinho com que me olhaste...

Ao ficar adulta segui à vida, mas, sempre te vi,
Quietinho, a me olhar de longe e, não entendi,
Que sem palavras, me preparavas, para viver sem ti,
Sabias que eu ficaria só...  Que, não estarias mais aqui...

Pai, tua falta me dói... Quero sentir de novo, teu abraço...
Pousar a cabeça em teu ombro e falar-te do meu cansaço...
Como em criança, em teu colo adormecer e feliz, sonhar...
Com nós dois... De mãos dadas... Novamente, a passear...



                        Lani   (Zilani Celia)

       

4 comentários:

  1. Lani nos comove com essa linda poesia e homenagem ao PAI! Adorei! bjs às duas,chica

    ResponderExcluir
  2. OI JAN!
    OBRIGADA AMIGA, FOI MUITO BOM E MOTIVADOR, CHEGAR AQUI E ENCONTRAR MEU TEXTO DIVULGADO POR TI.
    ESTOU TE SEGUINDO AQUI, POIS, JÁ TE SEGUIA NO "ASSIM, ASSIM, MAS, POR UMA FALHA MINHA NÃO CONHECIA AINDA ESTA PÁGINA.
    ABRÇS
    http://zilanicelia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Homenagem, muito bonita e comovente. Tks por compartilhar!
    Bjs
    Marli
    http://marliborges.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir


Gostou ?????