quinta-feira, 23 de outubro de 2014

PEDAÇOS MEUS - texto da Vanessa, garimpado na blogosfera

Pedaços Meus



Confessei para mim mesma que não poderia seguir qualquer caminho, se continuasse pela metade, não poderia dar um passo sequer se não me reconstruísse.  Meus alicerces foram rompidos com sua ausência, a destruição do meu eu foi total, lamentavelmente!
Não quero parecer melancólica ou melodramática, mas preciso encarar meus problemas de frente e sem medo, preciso aceitar que caí em abismos profundos para recuperar-me, sim preciso recuperar-me, preciso refazer-me dia a dia.

Quando você partiu, confesso que foi e ainda é muito difícil digerir a dor, na verdade ninguém imagina a dor de ninguém até passar por ela, ninguém é capaz de compreender o que a perda de um ente querido faz com o corpo e com a alma até sentir isso na pele.

Depois que você se foi, num ato desesperador tentei preencher os espaços vazios colocando  outros entes queridos  no seu lugar, tentei encontrar vestígios seus em outras pessoas mais foi em vão, todas as tentativas foram inúteis. Ninguém  mais está e estará a minha espera como você, ninguém mais está e estará tão disponível para mim quanto você.  Cada um tem seu caminho, compromissos, enfim, eles também precisam viver suas vidas.

Com muito custo tenho que parar de buscá-la, pois cada busca frustra-me ainda mais. Dê certa forma tenho que aceitar que ninguém mais tem e terá tanto tempo para mim como você, ninguém mais vai estar a minha espera como você.

Minha tia querida, hoje a saudade apertou-me o peito de uma maneira tão intensa, que fui obrigada a transcrever em palavras meus sentimentos para não explodir, perdoe-me!


Com muito custo tenho urgentemente que colar cada pedaço do meu coração, tenho definitivamente que parar de buscar nos  “ outros”, outras “ Cibelis”...

2 comentários:

  1. Um retrato da dor e da saudade que machuca e corrói o coração. Só o tempo com seu bálsamo curativo poderá minorar tanto sofrimento. Força Vanessa! Deus é contigo menina. Não desanimes!
    Uma escolha emocionante Jan
    Beijos no coração destas duas pessoas lindas, você e a Vanessa

    ResponderExcluir
  2. Boa tarde Jan,
    Texto emocionante e cheio de sensibilidade.
    Vanessa Palombo, é uma escritora de muito talento.
    Ela perdeu a tia,eu perdi minha irmã, e
    quem perde um ente querido, entende a dor da saudade.
    Bom fim de semana, bjs :)

    ResponderExcluir


Gostou ?????